USDCHF em Canal Perfeitamente Bem Definido. NASDAQ Brinca, mas não Esconde Fraqueza

Nenhuma imagem ou texto devem ser tomados como indicação de investimento. Todo o conteúdo a seguir deve ser visto apenas com fins educacionais

E aí, investidores? Vamos começar a semana com tudo, porque o mercado está quente para os próximos dias. Aqueçam os motores, e fiquem ligados. Hoje vamos verificar os ativos USDCHF e Nasdaq, que estão em condições ótimas para oportunidades, especialmente essa semana, em que vários indicadores econômicos estão previstos para serem divulgados. Preparado?


Pontos de Discussão – USDCHF


Eu acredito que quase todos vocês acompanharam o preço do USDCHF despencando no dia 16 de junho, muito mais do que qualquer outro dia recentemente. Isso ocorreu muito pelo fato da incrível mudança da taxa de juros na Suíça, que saiu de -0,75% para -0,25%, uma alta incrível, há muitos anos sem acontecer (ficou muito menos negativa). Isso trouxe muito capital pra o franco suíço, que valorizou fortemente frente ao dólar. Você pode reparar no gráfico mais abaixo como essa queda das duas últimas semanas foi equivalente à de maio desse ano, praticamente igual. Isso significa que o preço agora está no mesmo suporte de antes, e gera em inúmeros operadores a expectativa de que o preço pode repetir a dose do que ocorreu durante a primeira metade do mês de junho, isto é, uma fortíssima alta.


O candle de sexta-feira, 24/06, chegou a ir abaixo do suporte do gráfico diário, e depois retornou para acima dele, em um claro movimento de falso rompimento. O preço fez a artimanha de que iria romper pra baixo, continuando assim a expectativa de valorização do franco suíço, mas acabou ‘cancelando’ esse rompimento, e voltou para a região acima de 0.95600. Geralmente esse tipo de movimento acontece unicamente para pegar os desatentos, aqueles que ignoraram o fato de que o suporte poderia ser significativo, levar o preço para cima, e acabariam vendendo no desespero de um possível rompimento para baixo. Esse tipo de queda e retorno rápido também é comum ocorrer, e acaba pegando em muitos stops curtos colocados nessa região. Tudo isso é o mercado funcionando na sua mais pura essência, indo e vindo em uma oscilação aparentemente interminável, e deixando muitas ordens pelo caminho antes de seu grande show, quando finalmente se decide e segue em uma direção firme.


É de se notar também que nessa queda do falso rompimento, o preço se aproximou bastante da média simples de 100 períodos, um ótimo indicador de suporte dinâmico.


Então como podemos aproveitar essa provável alta do preço nos próximos dias? Pois bem... Fiquemos atentos a sinais de que esse movimento abaixo de 0.95600 de fato veio para gerar liquidez, e que agora os olhos do mercado estarão voltados para os dados da economia americana durante a semana. Diante de boas notícias, o mercado pode ficar eufórico, e já que o franco “já deu o que tinha de dar”, ao menos aparentemente, parece-nos que o dólar agora tem o protagonismo, e pode levar o preço do USDCHF inicialmente para 0.97000, depois para 0.98900, e por fim para 1.00000 novamente, uma resistência bem conhecida de traders antigos.


Atenção às oportunidades de curto prazo vistas no gráfico de H1. Um possível rompimento de canal em formação se aproxima, e logo acima do padrão temos um ponto que é justamente o alvo mais interessante de curto prazo, 0.97000.


Calendário Econômico para a Semana

A semana está recheada, com a liberação de vários dados para a economia americana. E como sabemos, não só os pares com o dólar costumam dar uma sacudida, mas também outros pares importantes tendem a se movimentar muito bem. Vamos ao calendário econômico.


- Terça-Feira, 28 de Junho, às 11:00 da manhã, horário de Brasília - Divulgação do índice de Confiança do Consumidor

Dado importante para o mercado, pois mostra como os consumidores se sentem com a economia atual e futura dos EUA. Um valor maior que o previsto tende a ser bom para a moeda. O mercado prevê um índice de 100 pontos. Se sair um número superior, o USDCHF pode seguir seu fluxo de alta previsto.


- Quarta-Feira, 29 de Junho, às 10:30 da manhã, horário de Brasília - Declaração do Presidente do Banco Central americano, Jerome Powell

Qualquer declaração do presidente Powell tem o poder de gerar ânimos diversos nos investidores, e isso geralmente leva à forte volatilidade no mercado.


- Quinta-Feira, 30 de Junho, às 09:30 da manhã, horário de Brasília - Índice de Preços ao Consumidor - Principal

É a principal medida da inflação do FED. Lembrando: Mais Inflação > mais expectativa de aumento na taxa de juros > mais atração dos investidores pelos títulos norte-americanos > provável alta do dólar


- Sexta-Feira, 01 de Julho, às 11:00 da manhã, horário de Brasília - Índice de gestores de Compras

Pesquisa realizada com gestores de compras sobre a sua visão a respeito dos negócios em geral, como emprego, produção, novos pedidos, preços, fornecedores, entre outros. É um indicador importante da saúde econômica do país e para a moeda.


USDCHF – Gráfico Diário


USDCHF – Gráfico de 1 Hora


Pontos de Discussão – Nasdaq


O que vem ocorrendo com os índices ao longo dos últimos meses é uma tendência de queda clara. Alguns dias de alta podem aparecer no meio do caminho, e de fato elas ocorrem, mas nenhuma conseguiu apagar a enorme força vendedora predominante no mercado. SP500, Dow Jones, além de diversos outros índices no mundo, todos vêm tendo péssimos desempenhos, e com a Nasdaq não está sendo diferente. Já são cerca de 7 meses sem recuperar a máxima histórica, e o cenário só fica pior. Na semana passada tivemos a maioria dos dias de alta, o que acendeu as expectativas do mercado para uma recuperação. Mas não se engane, a coisa ainda parece que pode piorar. A tendência clara permanece de baixa, e o preço, apesar de mostrar certa força para buscar níveis de resistência um pouco acima da cotação atual, logo poderá mostrar novas ondas de queda, talvez tão fortes quanto as anteriores.


Olhando no gráfico Diário mais abaixo, vemos que o preço está agora exatamente em cima do que pode ser o terceiro toque em uma LTB, e justamente o que pode ser o movimento B das ondas de correção de Elliot da queda recente. Ou seja, antes de vir uma correção talvez maior, estamos diante de uma provável queda que busque ao menos 11600.00 ou algo próximo disso, isto é, 500 pontos abaixo do preço atual. No gráfico de H1 vemos a formação de um padrão harmônico que está no auge de uma impulsão de 161,8% de alta de Fibonacci, coincidindo com toda a estrutura das ondas explicada no D1. Se todos esses fatores se alinharem, podemos esperar a queda mencionada anteriormente, e mais, uma possível recuperação até aproximadamente 12500 pontos, e até mesmo 13000, que seria o ponto C da correção final de Elliot, antes de uma queda mais forte, continuando a tendência predominante, em uma nova contagem de 5 ondas de impulsão.


Calendário Econômico para a Semana


Poderemos acompanhar o mesmo calendário para o dólar, mencionado na análise do USDCHF.


Nasdaq – Gráfico Diário


Nasdaq – Gráfico de 1 Hora




COMECE A OPERAR HOJE MESMO


Abra uma conta pelo link abaixo


Abrir uma conta agora